Calculadora Gestacional – Saiba quando Nasce o Bebê

by Priscila Alves Posted on 296 views 0 comments

Vamos saber como fazer uma Calculadora Gestacional ?

A matéria de hoje gira em torno de um assunto tão delicado quanto interessante que as nossas avós e mães sequer sonharam conhecer um dia.

Trata-se de uma ferramenta chamada Calculadora Gestacional.

Com ela, é possível calcular não só o tempo de gravidez quanto a data aproximada do nascimento do bebê, como também, o dia em que ocorreu a concepção.

Assim sendo, vamos entender o funcionamento dessa ferramenta.

Calculadora Gestacional

Vamos partir do princípio de que a duração de uma gravidez é, em média, de 9 meses.

Muito bem! Confirmada a gravidez, a gestante inicia uma longa jornada de visitas ao obstetra,as consultas pré-natais.

Perceberá que ele utiliza um método de contagem não em meses, mas sim em semanas, o que pode confundir um pouco a sua cabeça.

Por mais complicado que possa parecer, há uma razão de grande relevância.

Devido às alterações que ocorrem nos organismos da gestante e do feto de forma rápida, especialmente nos primeiros meses da gravidez.

É bom saber que inúmeras alterações muito importantes ocorrem num único mês.

A contagem em semanas nos dá a informação mais exata quanto ao tempo de cada alteração.

Há algumas informações importantes que a contagem em meses não teria condições de definir com precisão no momento da avaliação do tempo das alterações.

  • Saber se o óvulo fecundado implantou-se na parede do útero na terceira semana.
  • Se na quarta semana, o coração estava formado.
  • Se quando o embrião se tornou visível no ultrassom a gravidez estava na quinta semana.
  • Se foi na sexta semana que os olhinhos do bebê surgiram.
  • Se foi na sétima semana que o bebê começou a se mexer, apesar da mãe não ter percebido.

calculadora-gestacional-bebe

Calculadora Gestacional Exemplo:

Ao utilizar a calculadora, e considerando-se o primeiro dia da última menstruação como o início da gravidez, saberemos que o bebê poderá nascer dentro de 39, 40 ou até 41 semanas, apesar da grande maioria dos bebês nascerem por volta das 40 semanas de gestação.

Assim sendo, se a datação da sua gravidez considerou o primeiro dia da sua última menstruação, acrescente 40 semanas para obter a data do nascimento do seu bebê.

É possível obter uma data provável ( já que o parto poderá ocorrer entre as semanas 37 e 42 ), usando a seguinte fórmula:

  1. Adicione 7 dias ao primeiro dia da sua última menstruação.
  2. Subtraia 3 meses do resultado obtido acima.
  3. Some 12 meses.

Calculadora Gestacional na Prática:

Digamos que a data da sua última menstruação foi 1 de janeiro de 2018.

Somando 7 dias obteremos como resultado, 8 de janeiro de 2018.

Subtraindo-se 3 meses, obteremos 8 de outubro de 2017.

Finalmente, somando-se 12 meses, obteremos a provável data do nascimento do bebê que poderá ser no dia 8 de outubro de 2018.

Ciclos menstruais irregulares, gravidez não planejada e sangramento no início da gravidez que pode ser confundido com perda menstrual, são alguns dos motivos pelo qual a mulher pode não se lembrar da data da última menstruação.

Nesse caso, é preciso certificar-se primeiro através de uma ecografia.

Na quinta semana de gestação, o obstetra consegue confirmar ou não a gravidez pelo fato do saco gestacional se mostrar visível.

É na primeira ecografia realizada entre a décima primeira e décima terceira semanas mais 6 dias que o cálculo definitivo da idade gestacional pode ser feito.

O mesmo ocorre com o cálculo da provável data para o nascimento do bebê, baseando-se na medição do comprimento crânio-caudal do embrião.

Mesmo que o comprimento varie por conta dos vários fatores que ocorrem na fase do desenvolvimento embrionário, o médico pode recorrer a uma tabela com medidas médias.

As futuras ecografias servirão para que o médico observe o desenvolvimento do bebê e, se for o caso, recalcular a provável data para o parto.

Gravidez Normal/Prematura

Como numa gravidez normal, livre de complicações, a previsão é de que o bebê pode nascer entre as semanas de número 37 e 42, a data obtida é meramente indicativa.

Caso o bebê nasça antes da trigésima sétima semana, ele será considerado prematuro.

Por outro lado, se ele nascer depois da 42 semana, será um bebê pós-termo.

Sabemos muito bem que o nosso calendário (gregoriano) não define os doze meses com o mesmo número de dias.

Temos meses com 28, 29, 30 ou 31 dias e, para que houvesse sincronismo com as semanas, adotou-se o mês lunar cuja duração é de 28 dias, mais precisamente, quatro semanas.

Desta forma, observemos a tabela abaixo:

PRIMEIRO TRIMESTRE

1 mês de gestação = 1 a 4 semanas.
2 meses de gestação = 5 a 8 semanas.
3 meses de gestação = 9 a 12 semanas.

SEGUNDO TRIMESTRE

4 meses de gestação = 13 a 16 semanas.
5 meses de gestação = 17 a 20 semanas.
6 meses de gestação = 21 a 24 semanas.

TERCEIRO TRIMESTRE

7 meses de gestação = 25 a 28 semanas.
8 meses de gestação = 29 a 32 semanas.
9 meses de gestação = 33 a 36 semanas.
10 meses de gestação = 37 a 40 semanas.

Vale lembrar que esses cálculos são apenas uma estimativa e que somente cerca de 5% dos bebês nascem na data prevista.

O que acharam? Ajudou? Confundiu mais?

Não deixe de ver outras matérias do universo feminino em nosso site.

Author

Priscila Alves

Formada em Química, apaixonada por decoração, dogs, tatuagens e artesanato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*/